quarta-feira, 22 de julho de 2009

Arrozes

Para inaugurar as postagens, gostaria de falar de uma das paixões nacionais: o arroz. Extremamente versátil, esse grão é encontrado em todo o mundo, sob diversas cores (branco, vermelho, preto...) e variações (arroz selvagem, arbório, carnaroli, integral, parbolizado...) em pratos secos e úmidos. Os risotos (feitos a partir de arrozes do tipo arbório, carnaroli, ribe...), italianos, ganharam o paladar dos brasileiros. Novos elementos foram adicionados aos pratos tradicionais e ingredientes tipicamente brasileiros incorporados.

O arroz vermelho foi introduzido no Brasil pelos portugueses no século XVI, na capitania de Ilhéus; hoje, Bahia. Atualmente, na Paraíba, o arroz vermelho é um dos principais ingredientes da culinária regional. Atualmente, no Brasil, é produzido no Estado da Paraíba, Território do Vale do Piancó, Município de Santana dos Garrotes.

O arroz preto é originário da China e cultivado há mais de 4.000 anos, Hoje, há mais de 50 variedades cultivadas nesse país. Exótico, é apreciado por chefs de todo o mundo. No Brasil, é cultivado, modestamente, no Estado de São Paulo, sendo pouco conhecido pelos brasileiros.

Sozinho, ou acompanhado, é uma delícia, não?

Receita de arroz branco

Rendimento: 2 a 3 porções
Tempo: 20 minutos

1 xícara de arroz lavado
2 xícaras de água
1 dente de alho picado
1 colher (sopa) de óleo
sal a gosto

Modo de Fazer:

  1. Refogue o alho no azeite (em fogo alto).
  2. Adicione o arroz e envolva-o com o óleo até que os grãos comecem a grudar no fundo da panela.
  3. Abaixe o fogo e acrescente a água e o sal, mantendo a panela semi-tampada por 15-20 minutos.
  4. Após conferir se o arroz encontra-se al dente, mantenha a panela tampada por 10 minutos.
Observações: para o cozimento adequado é necessário envolver o arroz no óleo. Observe sempre a proporção de 1:2 entre a quantidade de arroz e a de água. E, após encerrar o cozimento, mantenha a panela fechada para que os grãos cresçam e se soltem. O tempo de cozimento varia entre 15 e 20 minutos, levando-se em consideração variações das chamas de fogões e as panelas usadas.

1 comentários:

Cláudia Amorim

Vou seguir esta receita, passo a passo. Quem sabe um dia meu arroz fique soltinho! Rsrs.

Rogério Roscio - Personal Chef   © 2008. Template Recipes by Emporium Digital

TOP  

BlogBlogs.Com.Br